Com a proposta de uma educação viva, em que a criança vive em um ambiente protegido em que pode ser livre, a Escola Viva Inkiri dá suporte à educação de cerca de 30 crianças em Piracanga no sul da Bahia.

A Escola Livre se baseia na criatividade espontânea e permite que a criança escolha as atividades que deseja desenvolver – seja a pintura, o teatro, a marcenaria ou uma soneca. A vontade deve vir da criança“, afirma a escola, que funciona desde 2008 sob a coordenação da educadora uruguaia Ivana Jauregui.

Entenda o funcionamento da escola neste vídeo.

Ivana teve a ideia de criar uma escola diferente ao dar à luz seu primeiro filho e, após viajar o mundo em busca de métodos para educação livre, encontrou em Piracanga a oportunidade de dar início à Escola Livre Inkiri. O ambiente possui áreas para atividades de marcenaria, uma cozinha, uma sala de leitura e, apesar de as crianças serem livres para “fazerem o que têm vontade”, a convivência na escola é pautada por valores como o respeito e organização. A metodologia usada pela escola é radicalmente diferente dos modelos tradicionais, o que nos faz repensar sobre o padrão lousa-caderno.

A proposta da escola está intimamente ligada aos preceitos sobre os quais vive a Comunidade Inkiri, em Piracanga. Criada por um casal de portugueses, a comunidade acredita na espiritualidade e nas relações sustentáveis com a natureza como forma de viver plenamente e em paz. Ao todo, lá habitam 5 bebês, 19 crianças, 9 jovens e 30 adultos. Todos eles vivem de forma simples fabricando seus próprios produtos.

escola-inkiri

Créditos: escola-inkiri

 

escola-inkiri

Créditos: escola-inkiri

 

Via Hypeness