Na última semana, um vídeo chamou atenção nas redes sociais. Publicado na página da Escola de Educação Infantil Pequenos Passos, de são Leopoldo, no Rio Grande do Sul, o vídeo mostra um grupo de crianças compartilhando um trenzinho movido a tudo aquilo que realmente importa na vida. Em cada "vagão", feito com caixas de papelão coloridas, uma criança representando um sentimento ou um valor, como afeto, família, alegria, fé, humildade e muitos outros.

A atividade foi idealizada pela educadora Gisele Freire, uma das sócias da instituição, com o objetivo de transmitir aos pequenos a importância da empatia e da alteridade nas relações humanas.

As imagens mostram as crianças passeando pela escola cantarolando uma canção que entoa palavras de respeito - uma composição do professor Eilton Seara.

Em entrevista ao Hypeness, Gisele contou que a ideia do trenzinho apareceu para ajudar os pequenos a passar pela fase das brigas e mordidas de um jeito lúdico e diferente. Quem trabalha com crianças ou convive com elas, sabe que comportamentos potencialmente agressivos podem ser recorrentes na fase do desenvolvimento em que a criança apreende o sentido de posse e do espaço do seu corpo.

Ao colocar as crianças à frente de um trenzinho que leva 'cargas' de valores cruciais para a vida em sociedade, a brincadeira cria nas crianças um senso de identificação, pertencimento e, mais do que isso, de responsabilidade por passar aquele sentimento adiante.


  • A importância da empatia - Michele Borba, psicóloga educacional e autora do livro "Unselfie: Why Empathetic Kids Succeed in Our All-About-Me World" ("Para fora de si: por que crianças empáticas são mais bem sucedidas em um mundo que parece girar ao redor do umbigo de cada um", em tradução livre) acredita que o aumento do narcisismo e a perda de empatia são as principais razões de depressão na infância e outros problemas de saúde mental.

Assista ao vídeo, abaixo, e veja as fotos e inspire-se com este trenzinho cheio de cores e ternura.

1/5

 

"Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

2/5

 

"Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

3/5

 

"Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

4/5

Crédito da imagem: Escola de Educação Infantil Pequenos Passos

"Quem quer carona?", brinca o post que compartilhou o vídeo da brincadeira.

5/5

Crédito da imagem: Escola de Educação Infantil Pequenos Passos

"Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

  •  

    1/5

    "Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

  •  

    2/5

    "Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

  •  

    3/5

    "Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

  • Crédito da imagem: Escola de Educação Infantil Pequenos Passos

    4/5

    "Quem quer carona?", brinca o post que compartilhou o vídeo da brincadeira.

  • Crédito da imagem: Escola de Educação Infantil Pequenos Passos

    5/5

    "Quem quer carona?", brincou o post da escola que compartilhou a brincadeira.

Leia mais:

Qual é a importância da empatia na educação?

Educação infantil é tão importante quanto a universidade, diz educador cubano