Oliver Bevans, que tem apenas cinco anos, salvou a vida de seu irmão menor, de três anos, usando uma orientação de primeiros socorros aprendida na escola.

Quando Stanley engasgou com um pedaço de comida e demonstrou dificuldade para respirar, o irmão mais velho deu alguns tapas em suas costas para que o engasgo passasse.

Créditos: reprodução Facebook Angela Bevans

Os dois irmãos

"Quando cheguei na sala, Oliver chegou para mim e disse: 'Vovó, o Stanley passou mal'. E me contou que precisou levantar da cadeira e bater nas costas dele. Eu falei que ele havia salvado a vida do irmão e elogiei a sua esperteza", relatou a avó das crianças, Angela Bevans, de 61 anos, à agência SWNS.

Créditos: reprodução Facebook Angela Bevans

Os dois irmãos

Dicas para prevenir engasgos

A seguir, confira algumas recomendações da ONG Criança Segura para prevenir engasgos de crianças:

Engasgo por alimento

  • Corte os alimentos em pedaços bem pequenos na hora de alimentar a criança;
  • Não dê alimentos redondos e duros, como uvas, pipoca, cenoura crua e nozes para crianças;
  • Ensine a criança a comer sentada e com a boca fechada. Isso ajudará a prevenir que a criança tente falar e comer ao mesmo tempo;

Momento de dormir

  • Use berços certificados pelo Inmetro e que sigam as normas de segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • Verifique se as grades de proteção do berço estão fixas e se a distância entre elas não é maior do que 6 cm;
  • Bebês devem dormir em colchão firme, de barriga para cima, cobertos até a altura do peito com lençol ou manta presos embaixo do colchão e os bracinhos para fora. O colchão deve estar bem preso ao berço (não mais que dois dedos de espaço entre o berço e o colchão) e sem qualquer embalagem plástica;
  • Remova do berço todos os brinquedos, travesseiros, cobertores, protetor de berço e qualquer outro objeto macio quando o bebê estiver dormindo. Isso ajuda a reduzir o risco de asfixia;
  • Adultos devem evitar dormir com bebês. Caso escolham dividir a cama, devem tomar precauções especiais, que incluem a remoção de travesseiros, edredons e qualquer outra roupa de cama macia. Devem, também, evitar o uso de bebidas alcoólicas;

Engasgo com brinquedos

  • Ao escolher os brinquedos para uma criança, considere sua idade, interesse e nível de habilidade. Siga as recomendações do fabricante e procure brinquedos com selo do Inmetro;
  • Brinquedos para crianças maiores podem ser perigosos para as menores e devem ser guardados separadamente;
  • Inspecione regularmente os brinquedos à procura de danos que podem resultar em algum acidente enquanto a criança os manuseia. Observe se alguma parte pequena pode se soltar, se existem pontas afiadas ou arestas. Caso encontre algum problema, conserte o brinquedo imediatamente ou mantenha-o fora do alcance da criança;
  • Evite utilizar balões de látex (bexigas). Se realmente precisar utilizá-los, guarde-os fora do alcance das crianças e supervisione-as durante toda a brincadeira. Não permita que crianças encham balões e tenha muito cuidado com os pedaços de bexigas estouradas, pois podem ser acidentalmente ingeridos pelas crianças e ocasionar sérias consequências. Após o uso, esvazie as bexigas e descarte-as juntamente com eventuais pedaços;

Leia também:

Brincando ao comer: uma atividade divertida usando o BLW