Promover a convivência entre gerações diferentes pode ser uma experiência rica e muito especial para todas as pessoas envolvidas. É o que constatou uma residência para idosos em Seattle, nos Estados Unidos, que passou a integrar, em suas dependências, uma creche infantil.

Chamada de Intergenerational Learning Center (ou Centro de Aprendizado Intergeracional), a creche que fica em Providence Mount St. Vicent, lar de mais de 400 idosos, promove atividades conjuntas entre os pequenos e os idosos, incluindo aulas de música, de dança, artes e contações de história. Também há momentos para visita e lanches compartilhados.

Créditos: Reprodução/YouTube/ The Growing Season

Crianças e idosos aprendem com a convivência compartilhada

A experiência foi registrada no documentário "The Growing Season", de Evan Briggs, previsto para ser lançado ainda neste ano. De acordo com a produção, 43% dos idosos se sentem isolados, o que está relacionado ao sentimento de solidão e à depressão, assim como a uma maior deterioração do estado físico e mental.

O convívio entre as gerações permite às crianças ter contato com tudo o que os mais velhos têm a ensinar, assim como aprender sobre envelhecimento e o respeito às limitações e às características próprias de cada idade. Aos idosos, proporciona companhia, trocas de afeto e um frescor próprio da infância.

O vídeo a seguir mostra um pouco da interação entre eles:

Leia mais:

Gato salva bebê abandonado em contêiner de lixo na Rússia

Avó transforma desenho da neta em 'vestido dos sonhos'