crédito: reprodução

Créditos: crédito: reprodução

Explica às crianças a partir de 4 anos conceitos básicos sobre o corpo, sentimentos, convivência e trocas afetivas.

Entre os temas mais difíceis de se tratar na infância está a violência sexual. A Organização Mundial da Saúde estima que uma em cada cinco crianças sofre com abusos até os 12 anos. No total, 87% dos casos acontecem dentro da família ou com pessoas que convivem com a criança. Muitas pessoas acreditam que violência sexual se refere a violência sexual propriamente dita, mas a definição é muito mais ampla. Conheça as situações que caracterizam violência sexual.

Após um trabalho de seis anos, a pedagoga Caroline Arcari, especialista em educação sexual, construiu com a ajuda de parceiros e do Instituto CORES,o livro gratuito Pipo e Fifi, com ilustrações de Isabela Santos. (Baixe o livro aqui) A obra busca ajudar pais, professores, amigos e contadores a abordarem o problema da violência sexual contra crianças com uma narrativa ilustrada.

Caroline falou com o site Garatujas Fantásticas para explicar a dimensão dos casos de abuso e dá dicas de como trabalhar o livro nas escolas e em casa. Confira a entrevista completa aqui.

O que fazer se eu suspeitar que a criança sofreu violência sexual

Em caso de suspeita, você pode procurar a ajuda de um profissional capacitado (psicólogo, médico, assistente social), do Conselho Tutelar da sua cidade ou da delegacia. Lembre-se que a denúncia ou notificação deve ser feita em caso de SUSPEITA. A investigação e/ou confirmação não é realizada pelos pais ou educadores, devendo os órgãos responsáveis se ocuparem disso.

  • Você pode procurar ajuda nas seguintes instâncias:
  • Conselho Tutelar da sua cidade
  • Disque 100
  • Ministério Público - Disque 127
  • Delegacia da Infância e Adolescência da sua cidade