crédito: Blog da Companhia das Letras

Créditos: crédito: Blog da Companhia das Letras

Andrew Solomon (à direita) com o companheiro e o filho.

O livro Far From The Tree (Longe da Árvore)  publicado pela Companhia das Letras em 2013 investiga a vida de famílias com filhos com Síndrome de Down, autistas, prodígios, transexuais, esquizofrênicos, crianças com deficiências simples ou múltiplas e crianças cuja concepção foi fruto de um estupro. Crianças, enfim, que foram "diferentes" e desafiaram o afeto dos pais. O subtítulo "Pais, filhos e a busca da identidade" — dá uma pista sobre o conteúdo criado pelo autor Andrew Solomon.

A obra demorou dez anos para ficar pronta e o autor entrevistou centenas de pessoas, realizando pesquisa sobre cada uma das condições abordadas . Proveniente de uma família judia tradicional, ficou marcado em Solomon o fato de seus pais terem lutado incessantemente para tratar sua dislexia, mas terem tido dificuldade para aceitar sua homossexualidade.

Em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, o psicanalista Contardo Calligaris classificou-o como “um dos ensaios mais importantes da última década e afirmou que a leitura do livro “ajudará qualquer pai a não transformar suas expectativas em condições de seu amor”.