Quando se espera um bebê, é difícil não criar expectativas sobre o momento do parto e do pós-parto. No entanto, longe do nascimento idealizado, o que acontece na realidade pode ser repleto de fatos não tão plenos e romantizados. Esse é o registro feito por uma mãe anônima em seu blog How We Came To Be (algo como "como nos tornamos nós").

A mãe produziu uma série de histórias em quadrinhos para retratar como seu parto aconteceu. Ela conta que uma conhecida sua havia dado à luz em uma banheira, então que ela passou a nutrir esse mesmo sonho. Contudo, com 36 semanas de gestação, sua placenta se mostrou bloqueando o colo do útero – chamada de "placenta prévia" – e sua pressão estava acima do normal – o que lhe atribuiu o diagnóstico de pré-eclampsia.

Créditos: Reprodução/ How We Came To Be

Com série, mulher mostra que o parto nem sempre é o que foi idealizado

A mulher teve que dar à luz ao bebê naquele mesmo dia. Assim, ela teve que ser internada, receber medicamento na veia e a aplicação de uma sonda para urinar – todo um processo muito incômodo. O parto foi rápido e ela pôde ficar com seu bebê por pouco tempo, sendo levada em seguida para a recuperação.

Créditos: Reprodução/ How We Came To Be

Mãe havia sonhado com parto em banheira e acabou tendo um parto de emergência

Como a pressão não baixou, a mãe precisou ficar internada para que seu organismo se restabelecesse. Por fim, a amamentação também foi muito diferente do ideal: mãe e bebê não conseguiram se ajustar, e a criança teve que tomar fórmula.

A mulher conta que, só ao partir para casa, a vida parecia recuperar sua ordem. Veja a série completa aqui.

Leia mais:

Maternidade trata bebês em abstinência com carinho de voluntários

Pompoarismo fortalece musculatura vaginal para parto e pós-parto