Para dar voz às mulheres e mães neste Dia Internacional da Mulher, a professora e linguista Danyelle de Oliveira Santos, do Quartinho da Dany, convidou um grupo de blogueiras para compartilhar, em um vídeo, os seus incômodo mais latente em relação ao modo como a sociedade percebe a maternidade e figura da mulher.

Entre as participantes da campanha, estão Giovana Balogh, do Mães de Peito e Anne Rammi, do Mamatraca.

O vídeo ressalta angústias comuns entre muitas mulheres. Dentre os temas que aparecem, estão a culpabilização da mulher, a responsabilidade única da mãe na criação dos filhos, a romantização e idealização da maternidade, e o excesso de intervenções na educação das crianças.

Créditos: Reprodução/Quartinho da Dany

"Não sou obrigada a me resignar aos assuntos de mãe", diz uma das participantes do vídeo.

"Hoje é dia de luta! Dia de se unir com outras mulheres e pensar em todas as formas de nos proteger, de melhorar nossa qualidade de vida, de lutar contra o a violência contra a mulher, de dizer ao mundo que nossa vida importa, que nosso corpo é nosso, que estamos juntas e, juntas, somos fortes, poderosas e incríveis.", defende Danyelle.

  • "Não sou obrigada a me resignar aos assuntos de mãe" - Anne, do Mamatraca
  • "Quando eu estiver me divertindo, não me pergunte com quem estão as crianças" - Camila, Xumbreguinhos
  • "Não sou obrigada a ter o mesmo corpo de antes de engravidar" - Carol, Pequenos Selvagens
  • "Não sou obrigada a me cobrir para amamentar." - Carol e suas baby bobeiras
  • "Não sou obrigada a ouvir que nunca serei nada" - Caroline, Era uma vez
  • "Não sou obrigada a deixar de me divertir por ser mãe solo" - Cris, Plantão Materno
  • "Não sou obrigada a me sentir completa por ter filhos" - Elisama, Tudo Eu
  • "Não sou obrigada a fazer cara de alface quando alguém se intromete na criação das minhas filhas" - Tainã, Cenas da Maternidade

Confira o vídeo da campanha:

Leia mais: