Com o título "Às minhas amigas mães antes de mim, desculpa", Bruna Messina compartilha no blog Não me chamo mãe , uma reflexão sobre esse tema  (amigos e maternidade).

Créditos: iStock / NataliaLeb

Uma das grandes queixas das mães é relativa à solidão.

Como amiga de mulheres que tiveram filhos antes dela, e agora como mãe, ela discute a falta de empatia pela qual passam muitas mães.

"Hoje o meu pedido de desculpa é por mim e por vocês.
Desculpa por não ter ligado.
Desculpa por sempre perguntar da cria e nunca de você.
Desculpa por ter dito que estava sem tempo pra ir até aí tendo tempo de sobra.
Desculpa por dizer que sumi porque estava “transando” demais.
Desculpa por te visitar e ficar mais no celular do que conversando com você.
Desculpa por achar que teu companheiro tá certo de achar você uma chata.
Desculpa por me afastar porque achei que você estava “vivendo seu momento”
Desculpa por não me interessar sobre as suas novidades.
Desculpa por falar incessantemente somente sobre a minha vida.
Desculpa por só encontrar sua cria nos aniversários delx.
Desculpa por não ter perguntado se você estava bem.
Desculpa por só te convidar pra programas com sua cria e nunca pra uma cerveja sozinha.
Desculpa por te excluir da viagem da galera.
Desculpa por dizer que “ pai não chega junto nunca porque homem é assim”.
Desculpa por falar que você tá relaxada com a aparência.
Desculpa por dizer que você só estava afastada de todos porque quis.
Desculpa por dizer que isso era “coisa pra sua família ajudar, não tenho nada com isso”.
Desculpe por achar que só mensagens esporádicas no Whatsapp supriam a presença necessária na sua vida.
Desculpa por ir na sua casa, fazer uma zona e não levar nem o copo que eu bebi água.
Desculpa por achar que bebês só servem para ser contemplados e fotografados.
Desculpa por nunca ter me oferecido pra trocar uma fralda ou dar um banho na cria pra te dar uns minutinhos.
Desculpa por nunca ter levado a sua cria pra dar um passeio pela rua nas terríveis manhãs do seu puerpério.
Desculpa por achar que o nosso afastamento era inevitável em vista da sua ~ escolha ~ em ter filhx e isso não ser compatível com a minha vida agitada.
Desculpa por achar que agora você não compreende nada da minha vida de solteira sem filhxs.
Desculpa por não ter parido antes e entender a sua angústia".

A solidão é uma das grandes queixas de mulheres que viram mães. A nova rotina com o bebê parece não casar mais com a agenda dos amigos de sempre.

Bruna Messina não está sozinha no universo das mães blogueiras ao abordar a temática da solidão. Em vídeo compartilhado no ano passado, a Hel Mother traz sua experiência pessoal e fala sobre isso.

Falta de empatia, falta de interesse pela vida da mãe -aquele excesso de "eus" na conversa- assim como desconforto com o choro do bebê ou muito pouco "simancol" na hora da visita são alguns pontos destacados pela blogueira.

"As mães precisam voltar à vida social, e são os amigos que ajudam elas nessa missão", diz no vídeo.

Assista:

Leia também:

Desabafo de mãe sobre maternidade 'real' viraliza na internet