Crianças têm muita energia e se distraem com facilidade. Manter a atenção da delas pode ser muito desafiador, mas aqui você tem uma carta na manga: já ouviu falar do jogo do silêncio de Montessori?

O método tem justamente o objetivo de ajudar as crianças a melhorarem não só a concentração, como também a paciência e a empatia. É muito simples e, por meio da brincadeira, os pequenos desenvolvem grandes habilidades.

O mais legal é que o jogo pode ser jogado individualmente, ou seja, dá pra brincar no dia a dia, e pode ser aplicado em grupo; assim, irmãos podem brincar juntos, ou com os amigos da escola.

Créditos: iStock

É possível brincar sozinho ou em grupo, que ainda desenvolve o espírito de equipe.

É importante deixar claro que o jogo do silêncio não é uma alternativa ao castigo, nem um instrumento para que a criança reflita sobre o que fez de mal. Trata-se de um método de relaxamento, que traz uma série de benefícios para a saúde mental dos pequenos.

Recomendado para crianças a partir de dois anos, a ideia é do blog Criando com Apego. Confira abaixo as regras e adote o método na sua casa:

Jogo do silêncio de Montessori

1. Para realizar o exercício, sente-se em um lugar tranquilo junto com seu filho. Convide-o a estar em silêncio, tal como as montanhas ou as flores.

2. Peça que feche os olhos e se mantenham tranquilos e atentos até que se termine o tempo. Todos devem praticar estar em silêncio como uma flor ou uma rocha.

3. Se a criança tem uns dois anos não terá muita noção do tempo. Por isso, para que ele compreenda a atividade, sugerimos que você deixe visível um medidor de tempo. O modo mais lúdico é usar uma ampulheta com tempo de 1 minuto. Mas caso não tiver uma, utilize um relógio.

4. Utilize um instrumento musical para marcar o final do tempo. Caso não o tenha, pode chamar a criança pelo seu nome para que se levante.

5. Peça que a criança explique o que sentiu ou escutou no tempo em que estava em silêncio. Tenha em conta que não precisa dar muitas explicações.

É possível que nas primeiras rodadas a criança ainda não esteja totalmente concentrada, e tudo bem. A atividade é bem tranquila e, aos poucos, ela vai se adaptar e entender melhor.

Créditos: iStock

O Jogo do Silêncio não deve ser encarado como um castigo, muito pelo contrário, é uma brincadeira entre pais, colegas, etc.

Dentre os benefícios que o jogo promete estão o desenvolvimento de disciplina, melhora no autocontrole, paciência, relaxamento, trabalho em equipe – quando as crianças brincam em grupo. Ou seja, uma excelente opção para se divertir e aprender.

Leia mais:

Concentração: 10 brinquedos caseiros para brincar em silêncio

Jogo do Silêncio: para acalmar e exercitar a concentração

10 dicas de como brincar em silêncio