Créditos: iStock

imagem ilustrativa

O Catraquinha fala frequentemente sobre a necessidade de cuidar da alimentação das crianças, sempre respeitando as especificidade e o jeito de cada família. Na lista de atenção, o açúcar é um dos vilões.

A organização sem fim lucrativos American Heart Association (ou Associação Americana do Coração) contraindica fortemente o consumo de açúcar para crianças com menos de dois anos de idade. Para as crianças de dois a 18 anos, o consumo total de açúcar deve se limitar a 25g por dia, o que significa seis colheres de chá ou cinco pacotinhos.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), as restrições não se limitam aos pequenos. Adultos também precisam tomar cuidado. Em 2015, a OMS sugeriu o consumo  máximo de 50g por dia de açúcar e afirmou que o consumo de 25g por dia poderia, sim, trazer maiores benefícios à saúde de todos, sem especificar faixa etária.

A agência da ONU reforçou que boa parte dos açucares consumidos pela população brasileira está “escondido” em alimentos ultraprocessados, como refeições prontas, temperos, sucos industrializados e refrigerantes. Estes dados foram apresentados na última Pesquisa Nacional de Orçamentos Familiares (POF), referente ao ano de 2008/09 pelo IBGE.

O açúcar presente naturalmente nas frutas, verduras, legumes e leite fresco não devem ser computados nesta restrição. O consumo destes alimentos in natura deve ser promovido e estimulado, para toda a população, em todas as faixas etárias.

Entre os benefícios de se controlar a ingestão diária de açúcares estão a melhoria do controle do peso corporal, prevenção do sobrepeso e obesidade, doenças crônicas não-transmissíveis, em especial o diabetes e a diminuição de cáries dentária.

Para incentivar, aprenda a receita delícia de um doce de abóbora preparado sem açúcar refinado ou adoçante. A dica é da página Primeiras Colheradas.  É rapidinho, leva apenas 2h e rende até 300g. A indicação de consumo é para bebês a partir de seis meses.

Ingredientes

  • 200g de abóbora picada
  • 100g de batata doce cozida
  • 700ml de suco de maça integral
  • 4 tâmaras sem semente
  • 6 cravos
  • 1 canela em pau

Modo de preparo:

Em uma panela coloque 500ml do suco de maça, a abóbora, o cravo e a canela e leve a fogo médio para cozinhar com a panela tampada. Enquanto isso em outra panela coloque o suco restante com as tâmaras e cozinhe em fogo baixo até amolecer e amassar com o garfo. Quando a abóbora estiver macia descarte a canela e o cravo. Junte a batata doce e o liquido com as tâmaras e amasse com um garfo ou um amassador. Mexa em temperatura baixa até que o doce esteja descolando do fundo da panela. Ofereça puro para os pequenos ou com um queijinho branco para as crianças maiores de 12 meses.

Leia mais: 

Como fazer brigadeiros alternativos: sem açúcar e sem leite condensado

5 sucos naturais e sem açúcar que são uma explosão de nutrientes

Conheça algumas receitas de guloseimas mais saudáveis para as crianças