Ver seu bebê crescer e ficar forte só com os nutrientes do leite materno é pura alegria. Mas imagine só poder encher outras crianças de saúde com o suprimento do seu leite? É o que tem vivido Cristiana Gondim Vilarouca, mãe da Alice, de quatro meses, que vive em Fortaleza. Segundo informações do jornal “O Povo”, Cristiana doou mais de 30 litros de leite materno em três meses.

A moça começou a doar por incentivo da mãe, que também havia doado leite materno em suas lactações, e da tia, pois as duas perceberam que Cristiana produzia mais leite do que Alice podia mamar. O processo, contudo, exige bastante da mãe, que acorda mais cedo, dorme mais tarde, cuida da alimentação e se dedica a esterilizar o material para fazer a coleta.

Créditos: iStock

Para fazer a extração, a mãe acorda mais cedo, dorme mais tarde e providencia todo o material

Todo esse trabalho, segundo Cristiana, vale a pena: “Quando vi que podia doar leite, e que isso ajudaria bebês e tiraria um pouco da aflição de algumas mães, fiquei muito feliz”. Outro fato que motivou a moça foi descobrir que cada frasco de leite podia ajudar dez bebês por dia.

Hoje, Cristiana doa 12 frascos por semana ao Hospital Geral Doutor César Cals. Sua doação foi a maior em 21 anos de existência desse banco de leite, seis vezes maior do que a média de doação por mãe nesse mesmo período.

Leia a notícia na íntegra aqui.

Leia mais:

Maternidade lança drive-thru para doação de leite materno

Carol Castro sobre alegria de amamentar: 'Viva o leite materno!'