Do nosso parceiro Primeiras Colheradas 

foto: Shutterstock

Créditos: foto: Shutterstock

Fazer papinhas para alimentar o bebê pode parecer uma tarefa simples, mas não é. O preparo diário exige criatividade, variedade, habilidade e tempo. Além disso, por se tratar de porções pequenas, muitas vezes é difícil calcular a quantidade dos ingredientes, e muita coisa acaba indo para o lixo.

Para facilitar essa tarefa, a chef de Cozinha Tammy Achkar criou um método muito prático de produção de papinhas, que ajuda a garantir uma alimentação completa e colorida para a criança, com o menor desperdício possível, e cozinhando apenas uma vez a cada quinze dias. Para isso, é necessário usar o freezer, a geladeira, a panela de pressão, fôrmas, saquinhos para congelamento e etiquetas.

A chef fugiu da tradicional técnica de congelar papinhas prontas, ela prapara todos os itens necessários na refeição do bebê, separadamente. Assim, arroz, quinoa, feijão, lentilha, carne desfiada, frango desfiado e legumes são produzidos e congelados separadamente.

Como fazer

Em duas horas é possível preparar o suficiente para 15 dias de papinhas. Assim, a cada dia, você não vai gastar nem 10 minutos para preparar a comida do bebê. O ideal é usar alimentos de diversos tipos, assim, a papinha fica muito nutritiva e balanceada:

  • Carboidratos – arroz arbóreo, quinoa, arroz integral, batata baroa (mandioquinha), batata doce.Leguminosas –
  • feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico.
  • Proteína – carne de panela, carne moída, frango assado, frango cozido.
  • Legumes e verduras – cenoura, couve-flor, brócolis, abobrinha, beterraba, espinafre, couve.

Use a panela de pressão para preparar os ingredientes.  No caso dos legumes, prefira cozinhar no vapor, usando uma cesta de inox, até eles ficarem no ponto para serem amassados.

O passo seguinte é separar os alimentos em forminhas com tampa para congelar. O ideal são as forminhas de silicone, com elas fica mais fácil de desenformar os ingredientes, mas as formas de gelo também servem. Uma dica importante é colocar um pouco de líquido do cozimento junto com o que se vai congelar, para formar um “gelinho” e não soltar pedacinhos. Antes de levar ao freezer cubra com filme.

[img class="aligncenter size-full wp-image-779759" src="https://catraquinha.catracalivre.com.br/wp-content/uploads/sites/10/2016/02/foto.jpg" alt="foto: divulgação Primeiras Colheradas" width="480" height="360" ]

Depois de doze horas de freezer, basta desenformar e recolocar no freezer. Para guardar, uma dica é acomodar as porções congeladas e desenformadas de cada alimento em saquinhos, e identificar com o nome, a data da produção e a data de vencimento (noventa dias).

Uma refeição completa: três legumes, arroz, feijão e frango[/img]

Na hora da refeição é só descongelar, amassar de acordo com a textura para cada fase e oferecer – separado, como refeição, ou tudo junto, como papinha.

Primeiras colheradas

O Primeiras Colheradas é resultado da dedicação de uma chef de cozinha para alimentação de seu filho. Com um novo olhar sobre a alimentação infantil, o espaço foi criado para convidar mamães e papais a encararem a cozinha e a mesa de forma tranquila e inteligente. Bebês saudáveis, famílias felizes!