crédito: Dietmar Rabich

Créditos: crédito: Dietmar Rabich

Frases como “ideal para o lanche do seu filho”.

Uma pesquisa de Mestrado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é parte de um amplo projeto sobre a presença de Informação Nutricional Complementar (INC) em rótulos de alimentos industrializados direcionados a crianças.

Na pesquisa, defendida pela nutricionista Martha Luisa Machado foi realizada coleta de informações da rotulagem nutricional em todos os alimentos industrializados à venda em um supermercado de uma das dez maiores redes do Brasil, localizada em Florianópolis (SC).

Foram considerados alimentos industrializados direcionados a crianças aqueles que apresentavam na embalagem ao menos uma das seguintes estratégias de marketing: palavras como “criança” ou “infantil”; frases como “ideal para o lanche do seu filho”; faixa etária especificada (de 2 a 9 anos); personagens de desenhos animados ou filmes; personagens próprios da marca celebridades infantis; desenhos, animais ou criaturas; jogos ou passatempos nas embalagens; formato e/ou cor direcionados a crianças; e associação com brindes.

Os direcionados, quando comparados aos não direcionados, apresentaram maior conteúdo de carboidratos nos grupos 4 (derivados do leite) e 7 (açúcares e produtos com energia proveniente de carboidratos e gorduras), menor conteúdo de fibras nos grupos 1 (produtos de panificação, cereais, leguminosas, raízes e tubérculos, e seus derivados) e 7, e maior quantidade de sódio também no grupo 7.

Leia a reportagem completa.

Via Universidade Federal de Santa Catarina

Imagem Autor

Jornalista, editora do Catraquinha e mãe do Joaquim, de quatro anos.

+ posts do autor