A especialista em culinária Rita Lobo lançou um livro que vai ajudar pais, mães e cuidadores a variarem o cardápio para as crianças. Intitulado Comida de Bebê – Uma Introdução à Comida de Verdade,  a obra tem a intenção de trazer receitas que filhos e pais gostem.

Em entrevista à Crescer, a escritora explicou que as diferenças dos pratos estão no tempero – as dos pequenos têm menos sal – e na maneira de servir, já que alguns alimentos podem ser amassados para as crianças que estão na fase da introdução alimentar.

Para Rita, a papinha com os alimentos liquidificados é algo ultrapassado. "Não estimula o bebê. Ele precisa aprender a identificar os sabores separadamente, a lidar com as texturas e, apesar de ainda não ter dentes, a fortalecer a musculatura para a mastigação".

O processo de pesquisa para o livro contou com uma consultoria de pesquisadores de nutrição da Universidade de São Paulo. E durante essa imersão ela conta ter aprendido que que cereais, tubérculos e grãos devem ocupar metade do prato.

"A carne deve ficar em cerca de 15%, e o restante fica destinado a hortaliças. Foi um desafio novo criar as refeições respeitando essas proporções".

Leia mais

Nutrição: bebês podem comer a mesma comida que a família?

Introdução alimentar: ‘A meta não é comer’, diz educadora

Bebês aprendem a comer vendo o que adultos comem, aponta estudo