Quem tem ou já teve um bebê sabe que basta sair com ele por aí para ouvir uma série de palpites, em especial perguntas como: "Mas ele é bonzinho? Dorme a noite toda? Mama de três em três horas?". No entanto, normalmente os bebês preferem mamar em intervalos menores, acordam várias vezes e vivem querendo colo, o que gera angústia em muitas mães. Mas, afinal, esse bebê bonzinho existe?

Esse é o tema de um vídeo baseado em pesquisas da Swansea University com a médica Amy Brown, autora do estudo "Breastfeeding Uncovered", e traduzido para o português pela Julia Harger. Ele questiona o "mito do bebê bonzinho", de que há bebês que mamam em intervalos regulares e dormem a noite toda. Fala ainda que há livros que se aproveitam desse mito, encorajando os pais a estabelecerem rotinas rígidas para seus bebês.

Créditos: Reprodução/ Facebook Vegana é a sua mãe

Vídeo questiona o mito do bebê bonzinho

Contudo, o vídeo esclarece, com base em evidências científicas, que os bebês são como adultos, cada um tem uma especificidade. Assim, cada um vai dormir uma quantidade de tempo mesmo. Reúne também dados que apontam para o fato de que, quando o bebê dorme perto dos pais, diminuem os riscos de desenvolver síndrome da morte súbita.

Com base em uma pesquisa realizada com 400 mães e seus bebês, concluíram, ainda, que as mulheres que mantiveram os bebês sempre pertinho e amamentando em livre demanda conseguiram amamentar por mais tempo.

Créditos: Reprodução/ Facebook Vegana é a sua mãe

Segundo evidências científicas, deixar chorar não é a melhor solução

Por fim, o vídeo trata da importância de atender o bebê quando ele estiver chorando, o que lhe dá segurança e facilita a amamentação. Assista:

Leia mais:

Dar colo contribui para a criança se tornar um adulto mais confiante, sugere estudo

Para lidar com crianças é preciso observá-las, diz psicóloga